Um ser igual a todos os outros.

quinta-feira, 30 de junho de 2011
Não procuro o real,
mas sim o "surreal".
Dou valor às coisas simples,
e simplifico as complicadas.

Sei qual o significado da palavra amor, mas,
como poderei eu saber o da "palavra" amar,
se nunca amei, nem fui verdadeiramente amado ?
O mais fácil será sempre escrever o que sinto,
mas o mais difícil será transcrever para o papel da vida surreal
o que me vai na alma.

Não espero por uma alma gémea;
mas sim por alguém que me saiba amar, compreender,
ouvir, respeitar, aceitar ; um verdadeiro amor.
Procuro alcançar a felicidade,
o pico mais alto do desejo de ser feliz.
Um dia adorava subir bem ao topo de uma montanha,
e poder gritar bem alto : " Eu sou feliz ao lado da pessoa que amo ".


Pratico a diferença, a genuidade, a verdade, a sensibilidade, o amor.
Sei que um dia vai entrar na minha vida,
uma pessoa a quem eu possa dar a chave do meu coração,
com quem eu possa partilhar o meu mundo e a quem eu consiga dizem,
sem quaisquer tipo de problemas :
" Eu amo - te e sou feliz a teu lado ".
A vida é tão curta, que não devemos deixar nada por fazer,
nem nada por dizer...

Um beijo, um abraço, uma palavra amiga, um simples toque podem
significar e mudar tanto na vida de uma pessoa que ...
não há razões para deixar para amanhã o que podemos fazer hoje.


Beijos, abraços e sorrisos <3

4 comentários:

SARA disse...

Afinal não é o que todos nós queremos?
Amazing! :)

Anônimo disse...

+.+ just fucking perfect!

ass: cat

Maria disse...

Adoro!
Procuro como tu, o "amor", o desejo de alguém, a felicidade!
Está muito bonito ;)

Sombra de Vidro disse...

Muito bonito, nunca deixes de acreditar :)
Ás vezes os sonhos e as nossas utopias são as nossas melhores amigas.

Postar um comentário